Sep 17, 2012

Versões mobile e off-line do Governo de Pernambuco

Expresso Cidadão, feito em três idiomas para atender também o turista, traz ainda informações das concessionárias de serviço público.

O governo de Pernambuco criou um portal para centralizar os serviços prestados pelo Estado que vai além de reunir, em uma única página, as informações das diversas secretarias e órgãos estaduais. No Expresso Cidadão Virtual (www.cidadao.pe.gov.br) é possível encontrar também serviços prestados pelo governo municipal e federal e pelas concessionárias de serviços públicos (água, luz e telefonia). 
"É um projeto que unifica o governo para o cidadão", resume Romero Wanderley Guimarães, diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da Agência Estadual de TI (ATI) do governo de Pernambuco. "Antes, cada secretaria era um governo, agora todos os serviços podem ser vistos, e acessados, em um único portal", completa.O portal é "alimentado" pelas diversas secretarias, ou parceiros do governo. 
"Cada um tem um acesso diferenciado para colocar as informações. O portal não tem apenas serviço web mas também informações sobre serviços presenciais, com endereço, horário de funcionamento, e isso quem faz é a ponta, ou seja, cada um dos órgãos. Com auxílio de uma ferramenta, a Secretaria de Administração faz a gestão dessa informação", explica Antônio Lira Oliveira, gerente de arquitetura de sistemas de informação da ATI. Informações sobre habitação e IPTU, por exemplo, são atualizadas pela prefeitura de Recife.

O sistema permite fazer buscas combinando perfis e assuntos. Assim, uma pessoa pode optar, no item perfil, por palavras-chave como contribuinte, jovem, motorista, pessoa jurídica, pessoa com deficiência, terceira idade e turista, entre outros, e combinar com uma palavra da lista assuntos (defesa e segurança, governo e política, habitação, saneamento e urbanismo, saúde, transportes e trânsito, etc.) e encontrará links e feeds de notícias para acesso as informações e serviços, independente da esfera de governo.

Versões mobile e off-line
O portal foi lançado no início de maio e, segundo Oliveira, tem registrado uma média de 30 mil acessos mensais. "Começamos avaliar qual a relação desses acessos com os dispositivos móveis e verificamos que mais de 10% são por meio de smartphones e tablets, então, desenvolvemos duas novas versões: a mini, que é versão para dispositivos móveis, na qual a página web se adapta ao tamanho da tela do dispositivo; e a versão mobile. 
Na mini, o portal apresenta as informações em uma arquitetura e uma forma de organização, que se adapta a interface e tamanho da tela do usuário, com as mesmas informações e funcionalidades. Na versão mobile, o usuário baixa as informações que quer e pode acessá-las no modo off-line.Nas duas, a grande vantagem é que todas as informações colocadas no portal, seja cultura, lazer ou turismo, estão georreferenciadas. Nos dispositivos móveis, a solução pode ser integrada ao uso do GPS. 
"Com isso, consigo saber que serviços estão disponíveis no entorno do local onde estou", comenta Oliveira. Outro diferencial, acrescenta, é a chamada "realidade aumentada". "Como a solução é integrada ao sistema GPS, posso apontar numa determinada direção com meu dispositivo e ele me mostra o que tem naquela direção e como chego no local, além de mostrar informações sobre pontos turísticos, restautantes, etc. naquela localidade", explica. 
Esse serviço também funciona na versão off-line e permite que o usuário possa usá-lo como se fosse uma bússola. Em todas as versões o serviço está disponível em português, inglês e espanhol.