Jul 4, 2003

Número de visitas ao Portal do Governo do Paraná chega a 20 milhões

Número de visitas ao Portal do Governo do Paraná chega a 20 milhões

O número de acessos ao Portal do Governo do Paraná ultrapassou a barreira dos 20 milhões por mês. Em maio, o portal foi acessado 20,2 milhões de vezes, em sistema de contagem única, que contabiliza apenas um acesso mesmo que o usuário visite várias páginas dentro do mesmo portal. “Procuramos expandir ainda mais os serviços, seguindo a política de inclusão social do governo do Estado”, afirmou o diretor-presidente da Companhia de Informática do Paraná (Celepar), Marcos Mazoni, nesta sexta-feira (04).
Para o secretário de Assuntos Estratégicos, Nizan Pereira, o próximo passo é permitir o acesso à internet para as camadas mais baixas da população. “Em seis meses foi comprovado que o Paraná tem condições de ter companhia pública para atender suas demandas e o próximo desafio é a inclusão digital”, disse lembrando a inauguração, na quarta-feira, do segundo telecentro em Ortigueira, cidade com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado. Os telecentros são empreendimentos em parceria com a prefeituras e permite acesso livre, e orientado por instrutores, à rede mundial.
Um dos novos destaques do portal é a inscrição on-line para a 51ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros, que acontecem entre os dias 11 e 20 de julho em Curitiba. Mais de mil atletas-estudantes de todo o país já fizeram as inscrições através do portal, que disponibiliza ficha com foto e banco de dados para consulta. As inscrições podem ser realizadas no endereço www.pr.gov.br/jubs2003.
Inclusão - Segundo Beatriz Lanza, administradora de conteúdo do portal, a inclusão digital das classes menos favorecidas contempla ainda o direito de opinar sobre o site. Beatriz ressalta que o processo de reforma do site foi feito com base em consultas virtuais e que - para atender público alvo cada vez mais heterogêneo – a estratégia deve continuar. “Quando foi reformado, o portal ficou 43 dias apenas recebendo opiniões dos usuários”, diz.
Mazoni considera a consulta constante ao usuário a melhor forma de manter serviço de qualidade e proporcionar aumento da cidadania através das rede. “Estamos convencidos que o governo eletrônico não é apenas uma discussão entre técnicos e que é essencial a participação popular”, considera.

Esta notícia foi publicada no Agência Estadual de Notícias
http://www.aenoticias.pr.gov.br

Endereço desta notícia:
http://www.aenoticias.pr.gov.br/article.php?storyid=8977

Data 04/07/2003 00:00:00 | Editoria: AEN