Dec 12, 2012

O poder do SMS

O SMS é o único "protocolo" de comunicação realmente universal para situações móveis"


Transporte Solidário: a próxima geração

Os usuários de CityzenCar podem alugar carros para terceiros - e vice-versa- usando o poder do SMS. 
[Artigo publicado na, The Review “edição verão 2012”", autor Michael Streeter]
Quando Nicolas le Douarec e seus colegas estavam pensando em estabelecer um esquema de compartilhamento de carro par-a-par, eles sabiam que não haveria falta de clientes potenciais. “Todos os carros que nós precisávamos já estavam lá, na frente de nossos olhos, parados nas ruas", diz Le Douarec. "Nós tivemos apenas que livrá-los de sua prisão – de seu estacionamento".
 
CitizenCard web siteCityzenCar, que foi fundada em 2011 após cinco anos de trabalho de desenvolvimento, permite que as pessoas em toda a França aluguem carros ou ofereçam seus próprios veículos para aluguel particular por algumas horas ou dias de cada vez a um preço modesto. Ela se descreve como uma "rede social" par-a-par, ao invés de apenas uma plataforma transacional entre clientes.
A ideia é manter a transação da forma mais simples possível: os membros estão cobertos pelo regime de seguro da CityzenCar e não há qualquer comissão. Sem dúvida, o ponto de venda principal é que, depois que os membros tenham se registrado no site da empresa, todas as comunicações posteriores são feitas por simples mensagem de texto.
Mas com usuários alugando bens pessoais avaliados em milhares de euros, eles naturalmente precisam se sentir seguros de que o sistema de comunicação é seguro. Assim, em fevereiro de 2012, a CityzenCar introduziu uma solução de comunicação baseada em SMS para o provedor de comércio móvel Netsize, uma empresa Gemalto. “O SMS é o único "protocolo" de comunicação realmente universal para situações móveis", diz Le Douarec.
Quando um proprietário recebe um pedido de aluguel por SMS e o aprova, o motorista recebe uma mensagem de texto com as informações e a localização do carro. O proprietário pode, então, entregar as chaves para o motorista pessoalmente ou autorizar a CityzenCar a destravar as portas usando o CityzenBox, que permite que o motorista abra o veículo usando um código temporário e o seu telefone celular.
É uma ideia tão simples, e o compartilhamento de carro par-a-par não é exclusiva da França. Existem empresas semelhantes operando em diversos outros países europeus, tais como Reino Unido, Espanha e Alemanha, assim como nos Estados Unidos, Japão, Canadá e Austrália. Elas todas fazem parte do fenômeno crescente de "consumo colaborativo", no qual, graças à tecnologia, as pessoas podem trocar, permutar, negociar e alugar produtos e serviços em grande escala.
A CityzenCar espera que a sua própria marca de compartilhamento de carro se torne popular. Até agora, ela tem 12.000 membros em 2.000 cidades e vilas diferentes na França, e seu objetivo inicial é ter, no mínimo, uma pessoa oferecendo um carro para compartilhamento em todas as 36.000 comunas do país. "Depois disso, o nosso mercado é a Europa", diz Le Douarec.

Sobre o site da CitizenCar