Sep 10, 2014

iPhone 6 funcionará como cartão de crédito para pagamentos sem contato. The iPhone 6 will operate as a credit card for contactless payments.

A Apple resistiu a aderir ao NFC por muitos anos, mas finalmente o fez agora lançando o "Apple Pay", um serviço de pagamento sem contato que estará disponível nos iPhones 6 e 6 Plus, assim como no relógio Apple Watch, que poderá ser combinado com os modelos mais antigos da linha de smartphones. O Apple Pay estará disponível em outubro apenas nos EUA com cartões das bandeiras American Express, Mastercard e Visa emitidos pelos principais bancos norte-americanos. O lançamento em outros países acontecerá mais tarde, mas não foi dada uma previsão.

O Apple Pay permite embutir cartões de crédito e de débito do consumidor dentro do aplicativo Passbook, transformando o iPhone em uma carteira móvel. O cartão cadastrado pelo cliente na App Store é adotado automaticamente. E qualquer outro cartão pode ser adicionado simplesmente por meio de uma foto dele com a câmera do iPhone.

Com a inclusão de uma antena NFC nos dois novos aparelhos e no relógio inteligente, o usuário de iPhone poderá realizar pagamentos em lojas físicas que tenham máquinas de POS compatíveis com essa tecnologia de comunicação por aproximação. Nos EUA são 220 mil estabelecimentos e a Apple está conversando com várias redes varejistas para adotarem a novidade, como Macy's, Sephora, Disney, Staples, McDonald´s e Subway. Bastará aproximar o celular da máquina e pôr o dedo no leitor de digital do iPhone, para autenticação no lugar da senha.

O elemento seguro dos cartões será armazenado dentro dos aparelhos. Para cada cartão cadastrado será criado um número novo, associado ao terminal. E a cada transação será gerado um número dinâmico. Os dados do cartão físico não são repassados à Apple e nem os comerciantes terão acesso a eles. Em caso de perda ou roubo do iPhone, o consumidor poderá suspender seu uso para pagamentos através do serviço de localização remota de aparelhos.

O Apple Pay poderá ser usado também para compras on-line, substituindo a inclusão de dados do cartão em sites e apps de terceiros. Aqueles que oferecerem a opção de pagamento via Apple Pay demandarão do usuário a autenticação através da leitura de digital, cujo sensor está disponível no iPhone 5S, 6 e 6 Plus.

"Os serviços de pagamentos móveis não decolaram até hoje porque foram adotados modelos de negócios em torno dos interesses das empresas, não do consumidor. Nós da Apple adoramos resolver esse tipo de problema. É o que fazemos melhor", disse o CEO da empresa, Tim Cook, durante a apresentação do Apple Pay.

Análise
O fato de o elemento seguro estar embutido no aparelho agiliza as transações. A Google optou por uma tecnologia chamada HCE( Host Card Emulator), em que o elemento seguro fica na nuvem, dependendo assim da conexão de rede do smartphone para a validação de uma compra. Ambas as soluções prescindem de acordos com as teles.